Faz mal tomar Aspirina durante a gravidez?

by Mamães.net on June 20, 2012

Alguns medicamentos são tão comuns no nosso dia a dia que muitas mulheres grávidas acabam por ingeri-los também durante a gravidez. Mas será que todos eles estão liberados? Um desses medicamentos é a Aspirina: será que ela realmente pode fazer mal para a gravidez?

 

A resposta é sim. Um estudo feito com mulheres grávidas pela Fundação Kaiser mostrou que o consumo de anti-inflamatórios não esteroides, o que inclui a Aspirina, pode aumentar em 80% os riscos de aborto espontâneo. As mamães que pretendem engravidar também precisam ficar de olho: o risco de aborto é grande quando a Aspirina é tomada perto dos dias da concepção e pode oferecer riscos para as mulheres gestantes que a tomam por um período de mais de uma semana.

O grande problema da Aspirina na gravidez é que ela inibe a liberação do hormônio prostaglandina, responsável pela fixação do feto no útero. Os anti-inflamatórios não esteroides incluem uma gama enorme de remédios que são bem conhecidos do público. Entre eles estão ibuprofeno, Nimesulida, Valdecoxib, Piroxicam, Fenilbutazona, Etodolaco e Sulindac.

 

A mesma advertência vale para o uso de fitoterápicos: muitos podem provocar aborto ou má formação fetal. Entre eles estão a cascara sagrada, utilizada como laxante. O guaco, com o qual se faz xarope contra a tosse. E a própria hortelã, quando utilizada em chás por um período longo de tempo.

No caso de resfriados o paracetamol costuma ser recomendado para aliviar dores e febres. Apesar de também se enquadrar na lista dos anti-inflamatórios acima, ele provou-se seguro para uso durante a gravidez, mas o ideal é que haja prescrição. Se estiver resfriada, não faça uso de descongestionantes nasais de qualquer tipo! Limpar o nariz com soro fisiológico e utilizar descongestionantes mecânicos, como o Respire Bem, são as melhores soluções.

 

Caso esteja doente, procure por um médico. Remédios sem prescrições podem ser especialmente perigosos durante essa fase. Fique atenta!

Anterior:

Seguinte:

Deixe um comentário