Como calcular o meu período fértil?

by Mamães.net on August 16, 2012

 

Quantas vezes você já pensou: “Quero engravidar mas não consigo, será que há algo de errado comigo?” Você pode pensar que é a única, mas o problema é muito mais comum do que parece. Para o tanto de mulheres que engravidam com uma facilidade incrível há o mesmo tanto de mulheres que não conseguem.

 

E muitas vezes o motivo é até simples: elas estão tentando na hora errada. Por isso, antes de levantar qualquer outra suspeita é preciso que você conheça o seu período fértil para tentar nos dias mais propícios do mês – e olhe que eles são bem poucos. Para saber qual o ser período fértil você terá que fazer alguns cálculos bem simples, levando em conta o ciclo de 28 dias.

 

 

Uma dica é anotar todas as datas que as suas menstruações começarem. Então começe contando 14 dias a partir do início do seu último ciclo menstrual, ou seja, a partir do primeiro dia de menstruação. Você estará ovulando dois dias antes e dois dias depois dessa data – e esses dias são o seu período fértil. A partir daí você pode programar a sua gravidez e, quando ela acontecer, poderá até saber com certa precisão o dia da fecundação do seu bebê!

 
Se depois de cerca de um ano você não engravidar mesmo tentando nas datas certas de ovulação, então pode ser que haja algum probleminha impedindo a concepção, mas isso só será possível saber com ajuda clínica. Procure um médico de sua confiança e exponha suas dúvidas. Há vários exames que podem ser feitos para detectar o problema, inclusive em seu parceiro, como o espermograma.

 

 


É sempre bom lembrar, no entanto, que não basta pensar “quero engravidar” para a gravidez acontecer e que há vários fatores que influenciam na demora, como a idade – mulheres cima dos 35 anos têm taxas hormonais menores, por isso a fecundação é mais difícil – a herança genética, alguns medicamentos e até problemas psicológicos, como a própria preocupação em ter um filho.

 

 

A maioria deles, no entanto, pode ser revertida e, mesmo que demore um pouquinho, quando menos esperar estará com seu bebê nos braços!

Anterior:

Seguinte:

Deixe um comentário