Gravidez aos 50! Márcia Goldschmidt espera gêmeas

Posted on Sep 14 2012 - 6:11am by cristina.castillo@pannacottagroup.com

Quem ainda acha que há uma idade certa para ser feliz tem mais um motivo para perceber que está errada. A apresentadora de TV Márcia Goldschmidt está aí para mostrar que não só a gravidez depois dos 50 é possível, sim, como de gêmeos!

Casos assim, no entanto, são considerados raros pela medicina, e quem gosta de se mirar no exemplo de famosos deve saber um pouco mais sobre a fertilidade nesta idade e quais os riscos da gravidez depois dos 50. Aos cinco meses de gravidez a apresentadora postou no Twitter uma foto dela na praia onde o barrigão fica bem evidente.

Casada com o empresário português Nuno Rêgo, ela, que mora há quase dois anos na Cidade do Porto, em Portugal, só deve voltar ao Brasil e à TV depois do nascimento das duas meninas. Márcia está com a saúde excelente, afirma que a idade não está interferindo em nada e que seu “corpinho é de 30!”.

Mas se você está pensando em seguir os passos da apresentadora, deve seguir também os mesmos cuidados que ela, que não se descuida de todos os exames do pré-natal para garantir a sua saúde e a das meninas.

Entre os famosos, este não é o primeiro caso recente. Assim como a apresentadora, a atriz Solange Couto também engravidou mais madura, aos 54 anos, e ambas tiveram gestações espontâneas, ou seja, apesar de a fertilidade já ser bastante reduzida – após os 43 anos as chances são de apenas 1% por mês – a fertilização aconteceu naturalmente.

De acordo com os especialistas, não só a produção de óvulos cai acentuadamente após os 40 anos, como a qualidade dos que são produzidos não é boa.

Para quem pretende ter uma gravidez depois dos 50 vale também alguns alertas: há mais riscos de desenvolver problemas de diabetes, pressão alta e tireóide, apesar de os avanços na medicina estarem tornando as gestações cada vez mais seguras para a mamãe e para o bebê.

Os cuidados com o programa pré-natal, no entanto, devem ser redobrados justamente para fazer com que essa gravidez natural, já considerada tão rara, seja ainda mais especial.

Leave A Response