Qual é a melhor forma de lavar a mamadeira do bebê?

Posted on Sep 28 2012 - 7:26am by cristina.castillo@pannacottagroup.com

 

Às vezes o tempo está escasso, a paciência não anda lá essas coisas, e a hora de lavar a mamadeira acaba não recebendo a atenção que merece. Ups, isso precisa mudar: para a amamentação levar todos os benefícios ao bebê o recipiente precisa estar livre de bactérias, fungos e qualquer outro serzinho invisível aos olhos humanos, mas que pode fazer estragos monstruosos.

 

 

Por isso atenção, principalmente mamãe de primeira viagem, às dicas para deixar a mamadeira do seu bebê livre de “intrusos” indesejados! Antes de mais nada, a mamãe de primeira viagem precisar saber que água e sabão não conseguem tirar todos os resquícios de saliva, leites e suquinhos anteriores – e com eles outros resíduos orgânicos nos quais bactérias e germes adoram pegar carona.

 

 

Até os nove meses de vida seu neném está com o sistema imunológico em formação, ou seja, ele ainda não consegue se livrar de infecções como conseguirá mais tarde, e esses “seres abomináveis” não vão embora com qualquer produtinho não, tem que aquecer muito para que eles desapareçam completamente: por isso a esterilização da mamadeira é fundamental.

 

Depois de cada amamentação e toda vez que for trocar o conteúdo (de leite para suco, de suco para água) a mamadeira deve ser esterilizada depois de ser lavada normalmente com detergente neutro e aquelas escovinhas próprias.

 

 

E se você acha que isso dá muito trabalho, se engana: você pode fazer isso no seu microondas, colocando até quatro mamadeiras de uma vez em um recipiente próprio para esse tipo de forno e liga-lo na temperatura máxima por oito minutos. No esterilizador, siga as orientações do fabricante.

 

No fogão, basta ferver uma panela com água durante cinco minutos e depois colocar os utensílios por mais três ou cinco minutos, mas cuidados, se ficarem tempo demais podem se danificar. Depois de esterilizadas, retire-as, seque-as e as coloque em lugares limpos e fechados, como sacos ou potes plásticos.

 

 
O bico da mamadeira deve ser trocado a cada mês, porque ele tende a segurar muito mais resíduos. Lembre-se, no entanto, que o ideal para a saúde de seu filho é a amamentação no peito até os 2 anos, mas se não for possível, a esterilização da mamadeira é imprescindível.