É normal sentir dor ao amamentar?

Posted on Oct 8 2012 - 9:16am by cristina.castillo@pannacottagroup.com

 

Você passou a gravidez inteira pensando em como seria gostoso ter seu bebê nos braços enquanto o amamentava, mas agora a hora da amamentação está se tornando um suplício por causa das dores que tem sentido nos seios.

 

 

Não se culpe nem se preocupe em excesso, muito provavelmente não há nada de errado com sua saúde, apenas uma situação muito comum principalmente se é mamãe de primeira viagem.

 


O médico que acompanhou seu pré-natal deve tê-la ensinado a “fazer” o bico do seio durante a gravidez, mas, além disso, é preciso também que a pegada do bebê esteja correta – caso contrário, em vez dele puxar o leite lá de dentro, a colocação errada da boquinha no bico provoca dores e até sangramentos e rachaduras.

 
Pode acontecer também que seus ductos estejam entupidos, e aí a chamada mastite deve ser clinicamente tratada: causa dor, inflamação, saída de pus, febre e, apesar da dor, a amamentação deve continuar porque o leite dentro do seio só piora a situação.

 

É preciso procurar o médico para resolver o problema o quanto antes e não deixar que uma hora tão especial quanto essa acabe estressando mãe e filho.

 
Há, no entanto, ainda outras causas que podem estar causando dores nos seios, como o chamado “reflexo de descida” – quando a mama enche-se de leite antes da mamada – causado pela ocitocina, um hormônio que estimula a drenagem do leite pelos músculos mamários.

 

 

Normalmente a dor desaparece depois da mamada – ou quando o leite acaba vazando…

 
O excesso de leite também pode ser dolorido, e normalmente ocorre depois da amamentação. Uma saída, neste caso é doar parte de seu leite a um banco de reserva, guarda-lo para seu próprio filhote ou esperar a produção se adequar ao fluxo do neném.

 

Por outro lado, se as células produtoras de leite forem distendidas em excesso, também pode haver dor e a sensação de que os seios estão pesados demais.

 

 


De qualquer forma, a melhor dica é procurar seu médico e explicar a ele exatamente todos os sintomas. É ele, por exemplo, e apenas ele que poderá passar os remédios apropriados no caso de você estar com candidíase, uma infecção por fungos causada pela boquinha do neném no seio.

 

 

Além da dor intensa durante a mamada e que piora ainda mais depois que ela acaba, outros sintomas são coceira e ardência nos mamilos. Neste caso, a saúde da família inteira deve ser tratada, porque o fungo espalha-se através do contato sexual.