Vida de Casal: Como conversar com crianças

Posted on Nov 30 2012 - 10:54am by cristina.castillo@pannacottagroup.com

Quando se conversa com crianças, deve-se escutar com toda atenção, reconhecendo os sentimentos de medo, tristeza, surpresa, ansiedade, raiva expressados pela criança, oferecendo palavras de conforto e suporte. Dar nomes aos sentimentos expressados é importante para o desenvolvimento emocional da criança.

 

Tão importante quanto as palavras usadas, é a atitude sincera e de compreensão. É importante que a criança se sinta segura e que o interesse demonstrado pelo adulto seja sincero. Quando não há compaixão ou sinceridade durante a conversa, a criança pode sentir-se manipulada ou indesejável, ou ter a impressão de seus pensamentos e sentimentos não serem importantes. É importante lembrar que as palavras transmitem emoção e ensinamento. Palavras sinceras falam directamente ao coração das pessoas, principalmente ao coração de uma criança.

 

Criança: “O motorista do ónibus gritou comigo e todos riram.” (sentimento de vergonha)

Adulto: “Parece que você ficou muito triste com ocorrido. Deve ter sido embaraçoso para você!?”

 

Criança: “Eu gostaria de esmurrar o Michael.” (sentimentos: raiva, aborrecimento)

Adulto: “Você está muito aborrecido. Deve ter sido muito ruim o quê Michael fez!?

 

Criança: “Minha turma cantará no show de Natal, mais eu não irei…” (sentimentos: dúvida, vergonha, ansiedade)

Adulto: “Você parece estar em dúvida sobre participar desse show com sua turma!?”

 

É necessário tempo e prática para escutar uma criança, ouvir adiante do que ela tenta dizer, e identificar o sentimento e a emoção passadas, ou que a criança estaria tentando comunicar. Em certas ocasiões é essencial esforçar-se para demonstrar atenção e simpatia com outras pessoas, em especial com crianças. Expressar-se através de sentenças demonstrativas de atenção e entendimento poderá transmiti-la a segurança procurada, e uma vez ela seja capaz de identificar seus sentimentos com suas próprias palavras, poderá iniciar o seu próprio processo de solução do problema.

 

Obrigado pela visita. Volte sempre.

Rosana Brasil

 

Rosana Brasil é colaboradora do Mamães.net e vai escrever quinzenalmente sobre vida em família e relacionamentos na seção Vida de Casal.