Do Começo: O mundinho da Maria Eduarda

Posted on Dec 3 2012 - 10:51am by cristina.castillo@pannacottagroup.com

 

 

 

Vocês já devem ter percebido que eu acho que a decoração de um ambiente tem que envolver toques pessoais, sentimento, empatia com a pessoa que vive no local. Um exemplo disso é a questão do “Faça você mesmo” que eu abordei em um post anterior aqui da coluna. Para mim é importante que quando um ambiente esteja sendo criado tenhamos em mente que aquele será um “mundinho” da pessoa que vai passar mais tempo ali. Foi assim que pensei o quarto da Maria Eduarda.

 

Quero que quando ela esteja ali dentro ela sinta a energia boa que colocamos para ela, que ela se sinta amada. E para isso, eu  acredito, que  nós precisamos, literalmente tocar as coisas, colocar a mão na massa. Todas as coisas que estão no quarto da Maria Eduarda têm um significado, um sentimento, tem uma razão para estarem ali.

 

Vou contar a história de algumas coisas dela que vocês vão ver nas fotos, assim fica mais fácil de entender. A frase escrita  na parede é do livro “O Pequeno Príncipe”. É um único trecho que traduz o amor incondicional que o Pequeno Príncipe sentia pela rosa dele e que mães e filhos têm um pelo outro.

 

Dentre tantas lindas frases do livro eu escolhi essa que ninguém nem se lembra. Todos lembram do “Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas”, que é a frase mais famosa mesmo.

 

 

 

A frase foi tirada deste livro especificamente pois se o bebê fosse um menino o tema do quarto seria o Pequeno Príncipe.  Acho que é um livro que ensina valores que estão em falta na sociedade  e que são importantes para o desenvolvimento de uma criança. Como o bebê era uma menina, meu desejo desde o princípio, quis colocar no quarto algo que remetesse ao futuro irmãozinho dela. Que ainda há de vir…

 

O tema do quarto da Duda, as borboletas, tem um significado especial também. Borboletas são seres belos, encantadores, livres e  independentes, como eu desejo que ela seja. Tente pegar uma borboleta! É quase impossível. Mas, ninguém deixa de notar uma borboleta onde quer que esteja. Elas são lindas!!!

 

As cores, marrom e rosa eu escolhi por gosto pessoal. Vi esta combinação pela primeira vez no casamento de uma amiga que amo muito! Uma das grávidas da mesma época que eu. Como amo essa amiga, amei também a combinação das cores. Mesclei com o branco mais predominante para não ficar muito pesado para uma criança.

 

 

No quarto da Duda tenho de móveis o berço, a cômoda, a cama auxiliar, a poltrona para amamentar e um criado mudo onde fica o cantinho da música. Além dos móveis terem a ver com pessoas ligadas a ela, já que  foram presentes dos padrinhos, resolvi manter a cama auxiliar para que em noites agitadas eu durma no quarto dela, e ela se acostume com o próprio berço.

 

Já o cantinho da música é para criar uma atmosfera calma para os períodos em que ela esteja acordada.  Particularmente não gosto de músicas de roda, então, no repertório da Maria Eduarda estão músicas instrumentais de artistas renomados da MPB, do Rock, do Pop, tudo voltado para bebês.

 

O papai participou de todas as etapas da decoração do quarto: a energia dele também tem que estar lá, no mundinho da Maria Eduarda. Ele que se preocupou com a iluminação do quarto. O abajour, por exemplo,  tem uma  lâmpada que muda de cor por controle remoto, o que facilita a mamãe nas trocas de fralda da madrugada, e ainda acalma o bebê de acordo com a cor que a gente escolher para iluminar o ambiente.

 

 

A plaquinha do quarto e o kit higiene foi todo feito à mão por uma pessoa muito importante para mim: uma segunda mãe que tenho. O que acho mais lindo das  coisas feitas por nós mesmos é o carinho que colocamos naquilo que estamos fazendo. Sei que a Maria Eduarda vai amar sentir essa energia. A roupa de saída de maternidade dela é um exemplo disso, a tia/dinda dela que bordou tudinho. Mais que uma roupa linda para estrear no mundo, é uma roupa carregada de amor.

 

Aqui no post são algumas fotos do quarto da Maria Eduarda. Seja bem-vindo ao mundinho que criamos para ela com muito amor! Espero que gostem.  E você, o que fez para deixar o mundinho do seu bebê bonito, agradável e aconchegante?

 

Branca Andrade é jornalista e está grávida da primeira filha. Como mamãe de primeira viagem, vai escrever regularmente aqui no Do Começo. Acompanhe!